13 de nov de 2009

Egoísmo


Minha poesia egoísta
Vomita minhas dores,
Fala dos meus temores,
Exalta os meus amores...

Me encontro perdida
Nesse meu pequeno e egoísta eu!
Ignorando os males do mundo,
Desse imundo e perdido mundo.

Como quem tenta tapar o cinza
Com cor de rosa.

Um comentário:

  1. A SUA SENSIBILIDADE É PERCEBIDA COM MUITA FACILIDADE... GOSTO MUITO DAS SUAS POESIAS.
    BJU
    RAFA

    ResponderExcluir