12 de nov de 2009

Explosão de luz


Sinto o seu perfume no ar suspenso,
O sabor da sua boca na minha...
Então eu penso:
Será este o amor?
Por que quando estou sozinha
Meu corpo pede o seu calor?
Enquanto eu penso,
A saudade me toma progressivamente...
Será este o amor?
Será assim que a gente o sente?
A noite se esvai e eu pensando...
A granada do sol rompe à nascente,
A manhã chega se espreguiçando,
A sombra da noite se reduz...
E você chega como o sol,
Estraçalhando uma imensa explosão de luz.

2 comentários:

  1. Genial! Provocam sentimento mesmo essas palavras. A forma como foi escrito, as palavras escolhidas, o desfecho então... "Estraçalhando uma imensa explosão de luz". A luz ofusca, finda o questionamento, finda também o poema... e ela vem com violência, um amor arrebatador mesmo. Genial esse texto.

    ResponderExcluir
  2. Olha muito, linda essa poesia e a imagem vou compartilhar no Facebook, farei uma montagem com outra roupagem e farei o Post nas redes... que circulo Parabéns o desfecho dela é maravilhoso.
    Citarei seu nome para que conheçam seu blog.

    ResponderExcluir