6 de jul de 2012

Emergida


Hoje nada mais me importa...

Já tomei tantos rumos,

Tracei tantas rotas.

Desatraquei barcos furados,

Me lancei ao mar,

Os chamei de namorados.

Sem bússola insisti,

Naufraguei,

Submergi,

Morri sem ar...

Deixei a rainha das águas me levar...

Subitamente voltei à vida,

Já estava em seus braços

Despercebida,

Sua boca na minha

E eu,

Toda envolvida

Com o peito em latejo...

Era o encontro das almas

Ao sabor do primeiro beijo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário