1 de ago de 2009

Em estado febril


Minha mãe me deu mais um sermão:
Filha, você não pode ficar bebendo!
Tem problemas de pulmão, fígado e coração,
Quer ir parar num caixão?

Tem quatro filhos pra criar,
Só posso contar com você pra me ajudar,
Você tem que se cuidar,
Não pode nos abandonar!

Ah minha mãe!
Essa febre causada pele bebida não é nada...
Deixa-me aqui quieta, sossegada,
Afogando minha mágoa...

Meu maior problema, não é físico não,
Meu maior problema,
É o excesso de emoção!
Me encontro adoecida de paixão.

Prefiro essa febre de agora
Que curo com medicação,
Porque o estado febril de outrora,
Não sarou nem com o copo na mão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário