29 de jul de 2009

Soneto à Lúcia Helena


Ela é taurina, sob Vênus regida,
Foi destinada à comunicação.
Jornalismo, poesia e samba-canção,
Mancam a trajetória de sua vida.

Teimosa, ouve o seu próprio coração.
Decidida, apaixonada, atrevida...
A razão pode se dar por vencida!
Pois Lúcia Helena é toda emoção.

Em seu plano de vôo, quer ser estrela,
Iluminando o imenso céu noturno.
Mas é brilhante, já se tornou estrela!

E se um dia a morte encerrar o seu turno;
Estejam certos, poderemos vê-la!
A passear pelos anéis de Saturno...

Nenhum comentário:

Postar um comentário