29 de jul de 2009

Sem limites


Te vi louco de amor, ébrio,
Percorrendo meus caminhos...
Fez-me perder o equilíbrio,
Caí no mar dos teus carinhos.

Afoguei-me nos teus beijos
E você naufragou em mim...
Agitava o mar desejos,
Nossa libido sem fim.

Eu me agarrei aos teus cabelos,
E então ganhei a superfície.
Cavalguei o corcel em pêlos

Sob a bênção de Afrodite.
Chegamos aos céus trêmulos,
Excedemos os limites.

Nenhum comentário:

Postar um comentário